Centenário do Espiritismo em Araçatuba

Centenário do Espiritismo em Araçatuba

Inicia-se no sábado, dia 17e abril, às 14 horas as transmissões da palestras virtuais comemorativas do Centenário do Espiritismo em Araçatuba, sempre pela Estação Dama da Caridade Benedita Fernandes. O marco inicial do Espiritismo em Araçatuba foi a fundação da União Espírita Paz e Caridade, no dia 21 de abril de 1921. O evento “Araçatuba 100 anos de Espiritismo – Especiais A Origem” terá apresentações virtuais diárias até o dia 25 de abril. Araçatubenses e convidados estarão apresentando registros e depoimentos históricos e desenvolvendo temas doutrinários. Há várias parcerias e conexões para o evento histórico.

As “portas” após a desencarnação

As “portas” após a desencarnação

Na tarde do dia 15 de abril, houve mais uma reunião de vibrações virtual de equipe do Grupo Espírita Casa do Caminho, de São Paulo. A reunião foi coordenada por Glória Martins Miranda; na exposição evangélica, Rosane Lombardi comentou o capítulo “Às portas celestes”, do livro Pontos e contos (espírito Humberto de Campos, FCX, FEB), relacionado com estados de espírito após a desencarnação. As vibrações foram conduzidas por Elmara Moreira Leamari; Maristela Harada fez a prece de encerramento. No início e ao final houve música ao piano por Margarida Helena Garabedian. Após o encerramento ainda ocorreram vários comentários sobre o tema por parte dos integrantes do grupo.

Batei à porta…

Batei à porta…

Na reunião virtual de estudos de “O evangelho segundo o espiritismo”, da equipe do Centro de Cultura, Documentação e Pesquisa Espírita, de São Paulo, no dia 13 de abril, André Fernandes iniciou o estudo do Cap. 25 – Buscai e achareis, analisando versículos como: “Pedi e se vos dará; buscai e achareis; batei à porta e se vos abrirá; porquanto, quem pede recebe e quem procura acha e, àquele que bata à porta, abrir-se-á” (Mateus 7,7), focalizando comentários de Kardec e mensagens de Emmanuel. Seguiram-se vários comentários pelos integrantes do grupo. Haverá continuidade do estudo desse capítulo. A coordenação foi feita por Cesar Perri e as preces abertura e de encerramento, por Scheila Maria e Mirna Nakano.

A família e a Parábola do Semeador

A família e a Parábola do Semeador

Na tarde do dia 8 de abril, houve mais uma reunião de vibrações virtual de equipe do Grupo Espírita Casa do Caminho, de São Paulo. A reunião foi coordenada por Glória Martins Miranda; nos comentários evangélicos, Vera Lúcia Albernaz relacionou a família, os filhos, com a Parábola do Semeador: "O semeador saiu a semear. […] E quanto à semente que caiu em boa terra, esse é o caso daquele que ouve a palavra e a entende, e dá uma colheita de cem, sessenta e trinta por um“ (Mateus, 13, 3-23). As vibrações foram conduzidas por Lúcia Maria Miglioli Menezes; Alcina Ribas, dirigente dessa equipe, fez a prece de encerramento. No início houve música ao piano por Margarida Helena Garabedian, e, no final gravação da “Canção da Alegria Cristã”, com Margarete Áquila. Após o encerramento ainda ocorreram vários comentários sobre o tema por parte dos integrantes do grupo.

Distanciamento social, máscara e vacinação

Distanciamento social, máscara e vacinação

   

Em momentos de pandemia extremamente grave é hora para se defender a vida. De nota do Facebook da “Mansão do Caminho”:”[…] Feliz e emocionado, Divaldo comentou com os presentes sobre sua expectativa em receber a vacina e estimulou a todos que se vacinassem. […] Além do médium, outros residentes da Mansão do Caminho foram vacinados” (https://www.facebook.com/MansaoDoCaminho). Cada um com seu esforço e contribuição social com respeito ao distanciamento social, utilização de máscara e vacinação anti-COVID. De nota e foto de: https://www.facebook.com/cesar.perridecarvalho; Declaração da USE-SP do dia 07/04/2021, recomendando distanciamento social (reuniões virtuais), evitar-se aglomerações, e enfatizando as vacinações (foto anexa).

E, nas instituições, apenas com reuniões virtuais até as autoridades sanitárias recomendarem a reabertura e em quais condições de prevenção.

Copie e cole o link:

https://usesp.org.br/wp-content/uploads/2020/09/OCE-RAtividades-DC.pdf

Saúde, fé e cruz

Saúde, fé e cruz

Na reunião virtual de estudos de “O evangelho segundo o espiritismo”, da equipe do Centro de Cultura, Documentação e Pesquisa Espírita, de São Paulo, no dia 06 de abril, Célia Maria Rey de Carvalho deu continuidade ao estudo do Cap. 24 – Não coloqueis a candeia sob o alqueire, focalizando os itens: Não são os que gozam saúde que precisam de médico; Coragem da fé; Carregar sua cruz. Quem quiser salvar a vida, perdê-la-á. Seguiram-se vários comentários pelos integrantes do grupo. A coordenação foi feita por Cesar Perri e as preces abertura e de encerramento, por Júlia Steiner e Pedro Nakano.

Amor, bem e a fortaleza para o momento

Amor, bem e a fortaleza para o momento

Na tarde do dia 1o de abril, houve mais uma reunião de vibrações virtual de equipe do Grupo Espírita Casa do Caminho, de São Paulo. A reunião foi coordenada por Glória Martins Miranda; nos comentários evangélicos, Arlete Novaes Alessio focalizou o papel da renovação no amor, enfatizou Paulo de Tarso: “E vós, irmãos, não vos canseis de fazer o bem” (2 Tess. 3, 13), citou Emmanuel e concluiu que a mente e o pensamento carreiam para nosso sistema imunológico a fortaleza que ele precisa em momentos pandêmicos. As vibrações foram conduzidas por Cilene Loriggio; no início e no final houve música ao piano por Margarida Helena Garabedian. Após o encerramento ainda ocorreram vários comentários sobre o tema por parte dos integrantes do grupo.

Significado de “candeia sob o alqueire”

Significado de “candeia sob o alqueire”

Na reunião virtual de estudos de “O evangelho segundo o espiritismo”, da equipe do Centro de Cultura, Documentação e Pesquisa Espírita, de São Paulo, no dia 30 de março, Maria José Ferreira da Silva fez a apresentação inicial sobre o Cap. 24 – Não coloqueis a candeia sob o alqueire, focalizando os versículos dos evangelistas e texto de Emmanuel (FCX). Seguiram-se vários comentários pelos integrantes do grupo e haverá continuidade desse estudo em próxima reunião. A coordenação foi feita por Cesar Perri e as preces abertura e de encerramento, por Vanderlei Bento e André Fernandes.

A mente e os caminhos da vida

A mente e os caminhos da vida

Na tarde do dia 25de março houve a reunião virtual semanal de vibrações de equipe do Grupo Espírita Casa do Caminho, de São Paulo. Alcina Ribas, dirigente dessa equipe, fez a exposição do evangelho focalizando texto de Emmanuel: “Tua mente ― tua casa intransferível. Nela te nascem os sonhos e aspirações, emoções e idéias, planos e realizações. Dela partem as tuas manifestações nos caminhos da vida, e de nossas manifestações nos caminhos da vida depende o nosso cativeiro à sombra ou a nossa libertação para a luz” (de Alma e coração. FCX. Ed. Pensamento). As vibrações foram feitas por Elizabete Navarro Baltazar; a coordenação por Glória Martins Miranda e as músicas ao piano por Margarida Helena Garabedian.

A paz, a espada e a divisão

A paz, a espada e a divisão

Na reunião virtual de estudos de “O evangelho segundo o espiritismo”, da equipe do Centro de Cultura, Documentação e Pesquisa Espírita, de São Paulo, no dia 23 de março, Augusto Address fez a apresentação sobre o Cap. 23 – Estranha moral . Comentou os versículos de Mateus e Lucas que Kardec analisa sobre: “Não vim trazer a paz, mas a divisão”, ilustrando com mensagens de Emmanuel. Seguiram-se vários comentários pelos integrantes do grupo de estudo. A prece de abertura e coordenação foi feita por Cesar Perri e a prece de encerramento por Luciana Lemos.