Apoio emergencial às vítimas das inundações

Apoio emergencial às vítimas das inundações

O Rio Grande do Sul está passando por dificuldades devido às fortes chuvas que afetam mais de 300 municípios desde o final de abril. A USE-SP e os espíritas de São Paulo estão se unindo à Federação Espírita do Rio Grande Sul e aos gaúchos, enviando preces e vibrações positivas para ajudar nesse momento desafiador. O Fundo de Apoio Emergencial ao Centro Espírita (FAE) é uma iniciativa da Federação Espírita do R.G.S. para reunir recursos financeiros destinados a auxiliar os Centros Espíritas em situações de emergência. As doações, em qualquer valor, podem ser feitas exclusivamente pelo PIX – chave e-mail (copie e cole): fae@fergs.org.br

"Solidários, seremos união. Separados uns dos outros seremos pontos de vista. Juntos, alcançaremos a realização de nossos propósitos" – Bezerra de Menezes (FCX).

Em Nosso Lar, a igualdade perante o túmulo e a pureza de coração

Em Nosso Lar, a igualdade perante o túmulo e a pureza de coração

Na tradicional reunião pública dos domingos pela manhã, no dia 05 de maio a Instituição Nosso Lar (Araçatuba) contou com exposições por Felipe Perri Cefaly sobre o item “Igualdade perante o túmulo” de “O Livro dos Espíritos” e, por Barcelo Ângelo Cintra, sobre trechos do capítulo “Bem-aventurados os que tem puro o coração” de “O Evangelho segundo o Espiritismo”. A reunião também é transmitida pela Instituição e pela Estação Dama da Caridade Benedita Fernandes.

Acesse pelo link:

Núcleo de Estudos do Evangelho-NEPE surge em Vitória da Conquista

Núcleo de Estudos do Evangelho-NEPE surge em Vitória da Conquista

   

A Casa Espírita Francisco Cândido Xavier, de Vitória da Conquista (Bahia), instalou o Núcleo de Estudos e Pesquisas do Evangelho Maria Madalena (NEPE). Essa Casa é dirigida por Josilene Domingues. O NEPE original foi criado na sede da FEB em 2012, funcionando até início de 2015 (copie e cole: http://grupochicoxavier.com.br/historico-nepe-feb/). Disseminou-se depois como uma rede virtual, o NEPE Brasil (copie e cole: http://www.nepebrasil.org/).

Esperança enaltece Evangelho de Kardec

Esperança enaltece Evangelho de Kardec

 

Na manhã do dia 01 de maio, os 160 anos de “O Evangelho segundo Espiritismo” foram celebrados com o início de uma programação mensal com Cesar Perri, focalizando o “Livro da Esperança”. Essa obra foi elaborada pelo espírito Emmanuel, psicografia de Chico Xavier, para homenagear o centenário do Evangelho de autoria de Kardec (Ed. CEC, Uberaba, 1964). Essas transmissões da Estação Dama da Caridade Benedita Fernandes serão realizadas sempre nas primeiras quartas feiras de cada mês.

Acesse pelo link:

Evangelho com Simplicidade à disposição

Evangelho com Simplicidade à disposição


LANÇAMENTO DO LIVRO “Evangelho com simplicidade”:
Autor: Antonio Cesar Perri de Carvalho

Resumo:
Em homenagem aos 160 anos do lançamento de O Evangelho segundo o Espiritismo (1864-2024), de Allan Kardec, Evangelho com simplicidade valoriza essa obra que trata de temas muito necessários para atender o público que procura as instituições espíritas, movido por aflições, dificuldades variadas e dúvidas existenciais, pois oferece consolo, esclarecimento e o fortalecimento da fé e da esperança.
Evangelho com simplicidade comenta os capítulos dessa obra básica de uma forma simples e direta. Propõe-se a contribuir com os leitores que objetivam compreender o ensino moral de Jesus à luz do Espiritismo e com os expositores que pretendem divulgá-lo de uma maneira simples, objetiva e coerente com as obras fundamentais de Allan Kardec.

Editora: ‎ Casa Editora O Clarim – 1ª edição;
161 páginas.

Acesso e encomendas:
Loja virtual O Clarim – preço de capa: R$ 44,90:

https://www.oclarim.com.br/evangelho-com-simplicidade/p

Amazon (kindle) – R$ 22,45:

https://www.amazon.com.br/dp/B0CW183CKX

Mais informações:
Casa Editora O Clarim – Fone: (16) 3382-1066.

Divaldo: “Sigamos, erguendo o mundo novo” – Artigo e manifestação

Divaldo: “Sigamos, erguendo o mundo novo” – Artigo e manifestação

    

Antonio Cesar Perri de Carvalho

Dia 05 de maio Divaldo Pereira Franco completou 97 anos. Ocorreram comemorações na instituição que ele fundou, a Mansão do Caminho, em Salvador, com presença de amigos de várias regiões do país.

O conhecido orador e médium prossegue incansável na difusão espírita, apesar dos limites de enfermidades e da idade, superando desafios.

Divaldo compareceu pela primeira vez em Araçatuba em 1959 para palestra em evento regional de jovens espíritas. Mantemos amizade com Divaldo desde 1962, quando o conhecemos em visita que ele fez à Instituição Nosso Lar, durante sua atuação em evento jovem interestadual. Nessa cidade recebeu o título de “Cidadão Araçatubense” em 1984, e, três anos depois lançou o livro Em Louvor à Vida (Ed. LEAL), como psicógrafo do espírito Lourival Perri Chefaly e em parceria conosco.

Em nossa memória desfila um panorama sobre inúmeros encontros que mantivemos com o orador ao longo dessas décadas, nas regiões do Brasil e em diversos países.

Em nossa gestão como presidente da Federação Espírita Brasileira, durante reunião do Conselho Federativo Nacional (novembro de 2014), ocorreram várias atividades com Divaldo: palestras, promoção do “Movimento Você e Paz” em solenidade no plenário da Câmara dos Deputados, e inauguração de Exposição sobre a Mansão do Caminho e a obra de Divaldo no Espaço Cultural na sede FEB em Brasília.

Em setembro de 2019 os cinemas exibiram o filme “Divaldo – O Mensageiro da Paz”.

Ultimamente, em trocas de e-mails, ele está sempre fraterno e atencioso. Em e-mail de Divaldo em 2020: “[…] Tenho prosseguido com destemor e fiel a Jesus-Kardec. […] Sou muito grato a você e família que me receberam desde jovem até hoje.” Em outra mensagem: “[…] Naquele lindo tempo éramos muito felizes. […] Sigamos, erguendo o mundo novo.” Em e-mail do mesmo ano: “Carinho à amada família.” Sobre nosso livro Pelos caminhos da vida. Memórias e reflexões (Ed.Cocriação, 2021), que conta com um prefácio dele: “Acabo de ler o seu maravilhoso trabalho sobre nossa longa e abençoada convivência. Não pude deixar de chorar. […] sobrevivemos e continuamos”.

Em 2024, Divaldo comentou os recentes: nosso livro Leopoldo Cirne. Vida e propostas por um mundo melhor (Ed.Cocriação/CCDPE) e o filme “Benedita Fernandes. Legado da Superação”, produzido por Sirlei Nogueira. Divaldo é personagem convidado do filme e tem mensagens psicografadas, do espírito Benedita, incluídas no nosso livro Benedita Fernandes. A dama da caridade (Ed.Cocriação), base para o enredo do filme.

Em nossas lembranças há instantes proveitosos e alegres na convivência com Divaldo, desde Araçatuba e em inúmeros locais, momentos significativos e inspiradores para a prática espírita, estímulo ao bem e à paz!

Autor foi dirigente espírita em Araçatuba, ex-presidente da USE-SP e da FEB.

Transcrito de artigo do autor:

Folha da Região. Araçatuba, 08 de maio de 2024. P.2.

000

Manifestação de Divaldo sobre o artigo:

  Divaldo Franco 9 de mai. de 2024, 15:30

"Querido Cesar: Muita paz! Profundamente emocionado agradeço o seu artigo que tenho agora em mãos. Chego aos 97 anos com a alegria juvenil apesar das lutas e procuro viver a nossa doutrina dentro das possibilidades. Você que é amigo e irmão dos tempos heróicos bem conhece as batalhas travadas e sempre agradeço a Deus a sua amizade e da família querida tendo à frente a nossa querida Bebé. Um grande abraço feito de reconhecimento e santa amizade. Divaldo"

A voz da própria consciência

A voz da própria consciência

Na noite do dia 30 de abril, no encontro virtual semanal, promovido pelo Centro de Cultura, Documentação e Pesquisa do Espiritismo-CCDPE, o capítulo Capítulo VIII – A confissão auricular, do livro “Emmanuel” (psicografado por Chico Xavier), foi abordado por Cesar Perri, coordenador da programação semanal, com foco nas anotações críticas do autor espiritual: “[…] procurai ouvir a voz de Deus, na voz da vossa própria consciência”. No final, ocorreram diálogos dos participantes com o expositor através do chat. A reunião foi coordenada por Pedro Nakano. O estudo virtual se desenvolve às terças-feiras, às 20h.

Inscrições pelo link (copie e cole): bit.ly/CCDPE-Trajetoria

As Epístolas de Paulo

As Epístolas de Paulo

Antonio Cesar Perri de Carvalho (*)

O nosso interesse pela vida de Paulo é antigo, desde as leituras das obras do espírito Emmanuel, psicografadas por Chico Xavier, ainda durante a adolescência.

Com as campanhas em que estivemos envolvidos – do centenário de nascimento de Chico Xavier (2010), 70 anos da obra Paulo e Estêvão (2011), 150 anos de O evangelho segundo o espiritismo (2014) – e os estudos realizados pelo Núcleo de Estudo e Pesquisa do Evangelho, entre 2012 e início de 2015, na sede da Federação Espírita Brasileira, sentimos a motivação para focalizarmos mais atenção nas Epístolas de Paulo.

Allan Kardec, o notável Codificador do Espiritismo, registra na Apresentação de O evangelho segundo o espiritismo, que o ensino moral “será objeto exclusivo desta obra” e comenta:

“Muitos pontos dos Evangelhos, da Bíblia e dos autores sacros em geral por si sós são ininteligíveis, parecendo alguns até irracionais, por falta da chave que faculte se lhes apreenda o verdadeiro sentido. Essa chave está completa no Espiritismo…”

Nesse contexto de ações e da literatura espírita, procuramos priorizar o estudo sobre as recomendações morais nas Epístolas de Paulo de Tarso, sem se valorizar polêmicas do contexto da época ou pontos de discussão que posteriormente se constituíram em fundamentos para algumas correntes de pensamento religioso e até para fundamentação de futuros dogmas.

Objetivamos captar a essência das recomendações do Apóstolo, com abordagens simples, objetivas e fundamentadas nas obras de Allan Kardec e na exegese efetivada pelo espírito Emmanuel em várias obras psicografadas por Francisco Cândido Xavier. Dessa maneira, surgiu o nosso livro Epístolas de Paulo à luz do Espiritismo, publicado em 2016 pela tradicional Casa Editora O Clarim.

Nessa obra, dentro da ótica descortinada por Allan Kardec:

“[…] roteiro infalível para a felicidade vindoura, o levantamento de uma ponta do véu que nos oculta a vida futura”, tem por objetivo contribuir para a disseminação do estudo e compreensão espiritual da Epístolas de Paulo.

Durante o evento programado para Recife, em agosto de 2024, focalizaremos trechos de uma das Epístolas de Paulo, a direcionada aos Romanos.

Essa Epístola tem grande valor histórico, teológico e com repercussões para interpretações de ordem espiritual. Entre seus versículos, destacamos:

“É porventura Deus somente dos judeus? E não o é também dos gentios? Também dos gentios, certamente” (3, 29);

“Não te deixes vencer do mal, mas vence o mal com o bem” (12, 21);

“Portanto, dai a cada um o que deveis: a quem tributo, tributo; a quem imposto, imposto; a quem temor, temor; a quem honra, honra” (13, 7);

“O amor não faz mal ao próximo. De sorte que o cumprimento da lei é o amor” (13, 10).

Esses trechos da Epístola aos Romanos já oferecem subsídios para muitos estudos e interpretações, trazendo para a atualidade oportunas reflexões e, sem dúvida, encaminhamentos para sua aplicabilidade em nossos conturbados tempos.

(*) O autor é convidado para o Seminário sobre Epístolas de Paulo, Recife, agosto de 2024; autor do livro Epístolas de Paulo à luz do Espiritismo; ex-presidente da União das Sociedades Espíritas do Estado de São Paulo e da Federação Espírita Brasileira.

(Transcrito de: Jornal do Commércio. Recife, 28/04/2024. P. 58)

Esperança

Esperança

“Porque tudo que dantes foi escrito, para nosso ensino foi escrito, para que pela paciência e consolação das Escrituras tenhamos esperança.” – Paulo. (Romanos, 15:4.)

A esperança é a luz do cristão.

Nem todos conseguem, por enquanto, o vôo sublime da fé, mas a força da esperança é tesouro comum.

Nem todos podem oferecer, quando querem, o pão do corpo e a lição espiritual, mas ninguém na Terra está impedido de espalhar os benefícios da esperança.

A dor costuma agitar os que se encontram no “vale da sombra e da morte”, onde o medo estabelece atritos e onde a aflição percebe o “ranger de dentes”, nas “trevas exteriores”, mas existe a luz interior que é a esperança.

A negação humana declara falências, lavra atestados de impossibilidade, traça inextricáveis labirintos, no entanto, a esperança vem de cima, à maneira do Sol que ilumina do alto e alimenta as sementeiras novas, desperta propósitos diferentes, cria modificações redentoras e descerra visões mais altas.

A noite espera o dia, a flor o fruto, o verme o porvir…

O homem, ainda mesmo que se mergulhe na descrença ou na dúvida, na lágrima ou na dilaceração, será socorrido por Deus com a indicação do futuro.

Jesus, na condição de Mestre Divino, sabe que os aprendizes nem sempre poderão acertar inteiramente, que os erros são próprios da escola evolutiva e, por isto mesmo, a esperança é um dos cânticos sublimes do seu Evangelho de Amor.

Imensas têm sido, até hoje, as nossas quedas, mas a confiança do Cristo é sempre maior.

Não nos percamos em lamentações.

Todo momento é instante de ouvir Aquele que pronunciou o “Vinde a mim…”

Levantemo-nos e prossigamos, convictos de que o Senhor nos ofereceu a luz da esperança, a fim de acendermos em nós mesmos a luz da santificação espiritual.

Emmanuel

(Xavier, Francisco Cândido. Pelo espírito Emmanuel. Vinha de luz. Cap. 75. FEB);

O Centro e o futuro do Espiritismo

O Centro e o futuro do Espiritismo

O tema “O Centro Espírita e o futuro do Espiritismo” foi focalizado na comemoração dos 82 anos da Sociedade Espírita Beneficente Mínimos, do bairro de Vila Formosa, em São Paulo. Cesar Perri foi o convidado para desenvolver o tema em reunião presencial na noite do dia 29 de abril e houve apresentação prévia por crianças e jovens da Sociedade. A reunião foi coordenada por Adonay Fernandes, com presença de representantes de centros da área da USE Distrital Tatuapé.